CONTOS DA MEIA-NOITE

O Velório da Virgem Noiva



Cidade de Caicó / RN, 1928. Dois compadres muito engraçados iam a todos os velórios para distrair parentes e amigos dos finados.

Certo dia faleceu uma moça de idade, muito séria e moralista. Durante o velório, um dos compadres cochichou com o outro: ‘será que era virgem mesmo?’ Por volta da meia-noite, o homem foi acometido por uma dor de barriga e foi até um mato próximo da sua casa.

Quando voltava, viu a noiva toda de branco, que disse: ‘ainda duvida de mim?’ Assustado, o compadre correu para a casa e disse ao amigo: ‘não devemos brincar com quem já morreu’.

“Contos da Meia-Noite, deseja que você tenha profundos e amargos pesadelos. ”

Fonte: Antônio Febrônio de Medeiros, para OpenBrasil.org
Foto: A/D - Arquivo OpenBrasil.org

Contos da Meia-Noite - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas