Contos da Meia Noite: Os Mortos de Clifton Hall

Os Mortos de Clifton Hall


Clifton Hall, Nottinghamshire, na Inglaterra se trata de uma construção do século 11, mas pertenceu à família que lhe dá nome em meados do século 18 até o ano de 1958. Ela chegou a ser transformada em escola, em um conjunto de apartamentos de luxo, até que voltou a ser uma residência privada, onde vivia Anwar Rashid e sua família. E, embora existam um monte de registros sinistros sobre o lugar – como você vai saber agora – o prédio está a venda e custa mais quase 3 milhões de libras, algo em torno de 7 milhões de reais.

Mas, afinal, quer saber o que faz essa casa entrar para nossa lista? Os incontáveis fenômenos paranormais e até mesmo um tanto demoníacos, vivenciados pela família Rashid durante o tempo que estiveram na casa. Contam, por exemplo, que na primeira noite que passaram na mansão, escutaram batidas na porta e o som de uma voz que perguntava, insistentemente, “olá, tem alguém aí?”.

Um dos acontecimentos mais terríveis registrados na casa, conforme dizem por aí, foi vivenciado pela esposa de Anwar, Nabila, que desceu até a cozinha, em uma certa madrugada; para preparar leite para a filha mais nova, um bebê com um pouco mais de um ano. A mulher, então, teria a criança sentada em frente à televisão e, ao chamá-la, não conseguiu qualquer resposta. Assustada, a esposa de Rashid correu ao quarto da bebê e ao chegar lá viu a filha dormindo tranquilamente!

A família ainda tentou resistir às assombrações por mais oito meses, mas acabou abandonando a casa. Até hoje, aliás, as pessoas da região contam que choros de bebê podem ser ouvidos na casa e que o vulto de uma mulher, em frente à janela, também pode ser visto com frequência.

Fonte: Thamyris Fernandes
Foto: A/D - Arquivo OpenBrasil.org

Contos da Meia Noite - OpenBrasil.org
Página anterior Próxima página